FILME: Your Name (Kimi no na wa)

“Your Name” (Kimi no na wa) é uma animação japonesa dirigida e escrita por Makoto Shinkai e lançada em 2016, porém disponibilizado na Netflix em 2017.

Na trama, Mitsuha Miyamizu do ensino médio que está entediada com sua vida no campo na cidade de Itomori, região montanhosa de Hilda, no Japão. Ela sonha com uma vida mais agitada como a vida que teria se tivesse nascido como um garoto de Tóquio.

A jovem mora com sua irmã mais nova e sua avó, pois sua mãe faleceu há algum tempo e seu pai acabou por deixar a família de lado por não ter seus objetivos alinhados com as tradições da família. Então, ela divide seus dias entre os estudos, as aulas de tecer fios com a avó e os conhecimentos ancestrais que a avó lhe passa, como fazer kuchikamizake, um saqué.

Taki Tachibana é um jovem que trabalha como garçom em um restaurante na cidade de Tóquio enquanto ainda não consegue se formar e encontrar um emprego trabalhando com o que realmente sonha, ser um arquiteto.

A vida desses dois jovens tão diferentes são misteriosamente conectadas quando, ao acordar, ambos acabam trocando de corpo, assim, Taki desperta no corpo de Mitsuha e vice versa.

Esses eventos não são duradouros, costuma acontecer num prazo de 24 horas e assim que dormem e despertam novamente, cada um está em seu devido lugar, o que confere aos primeiros eventos uma sensação de sonho vívido, até que os eventos começam a se repetir e ambos percebem que não se trata de sonho.

Essa troca de corpos gera alguns momentos constrangedores com piadas sobre diferença entre o corpo do homem e da mulher, porém, entendo que era necessário e fico feliz que não tenha sido pior.

Sendo assim, Mitsuha tem a oportunidade de realizar seu sonho de descobrir como é ser um menino em Tóquio e acaba por perceber que a vida em uma grande cidade não é tão incrível quanto parecia ser. Taki, por outro lado, conhece tradições e paisagens naturais incríveis que lhe confere novas inspirações para os seus projetos arquitetônicos.

Porém, a interferência de cada personagem na vida do outro, começa a gerar complicações, como as tentativas de Mitsuha de fazer com que Taki tenha um encontro com uma mulher pela qual nutre certo sentimento, mas não tem coragem de se aproximar e a falta de tato  de Taki perante as atividades cotidianas de Mitsuha.

E quando você está pensando que já entendeu tudo o que está acontecendo, é que a trama sofre um plot twist que me deixou muito surpreso e até mesmo de boca aberta. Eu não vou estragar a surpresa e aconselho que você não procure muitas coisas sobre “Your Name” para que a sua experiência não seja estragada.

O que eu posso dizer é que a vida de Mitsuha e Taki são conectadas de forma inesperada e é a partir disso que temos algumas lições sobre assuntos como o destino, o amor, a inevitabilidade de certas coisas, o tempo e a memória.

Além disso, “Your Name” é absurdamente lindo tecnicamente e sem dúvidas trata-se de uma obra mais contemplativa, o que pode gerar uma sensação de que a obra é arrastada para algumas pessoas, mas não, particularmente não cortaria sequer um minuto da experiência que é assistir a essa animação.

“Your Name” é uma animação contemplativa, tecnicamente incrível, com cores surreais, trilha sonora bem encaixada e uma história que começa sendo cliché e termina dando um soco no estômago do telespectador. Não se surpreenda se terminar de assistir com os pelos dos braços eriçados e um quentinho no coração.

Quantos cafés “Your Name” merece?

4 comentários sobre “FILME: Your Name (Kimi no na wa)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.