MAIO SCI-FI: ASTRONAUTA – MAGNETAR

Astronauta Magnetar foi o primeiro número da coleção do selo Graphic MSP, que veio com a promessa de adaptar e atualizar obras do incrível Mauricio de Sousa. e até o momento é a minha série favorita dessas adaptações, apesar de seus altos e baixos.

…Mas a vida me ensinou que às vezes, é preciso abrir mão do que é mais seguro e se arriscar. Dar um salto no escuro. Mas as pessoas que te cercam também são importantes, e você deve cultivá-las.

Para quem não lembra, ou não conhece, Astronauta é um personagem que foi criado por Mauricio de Sousa em 1963 e segundo o prefacio do autor, o personagem foi criado para rivalizar com o material estrangeiro que saía nos jornais naquela época, como Flash Gordon e Buck Rogers, então, Mauricio criou um herói brasileiro que viveria aventuras no espaço.

A história e a arte criadas por Danilo Beyruth são de encher o coração e os olhos, as cores que foram adicionadas por Cris Peter não poderiam ter sido melhor escolhidas, pois dão o tom perfeito á história criada por Danilo.

Tudo começa com nosso Astronauta ainda criança na fazenda de seu avô, um homem sábio e cheio de ensinamentos, ensinamentos que o nosso Astronauta deveria ter sugado logo ali no inicio para que conseguisse evitar os tantos problemas em seu futuro.

Afinal, quando se está só com seus pensamentos, o ser humano vivencia tudo o que a cabeça permite.  – Mauricio de Sousa.

Em sua fase adulta, vemos nosso Astronauta a bordo de sua nave em uma missão da BRASA – Brasileiros Astronautas, para desvendar os mistérios de um Magnetar. Devido à uma sucessão de falhas, o astronauta tem sua nave danificada e agora precisa correr contra o tempo para bolar um plano objetivando sair daquela situação e voltar ao planeta Terra. Magnetares ocorrem após a formação de estrelas de Nêutrons, um dos possíveis estágios da vida de uma estrela massiva.

A arte, como disse anteriormente, é muito bonita, passei vários minutos observando cada detalhe criado por Danilo, a sequência do passar dos dias na rotina do Astronauta ficou genial, fiquei meio besta observando os quadrinhos e até contando-os, a solidão do Astronauta e a degeneração de sua sanidade também foram muito bem retratadas. O final me agradou bastante, pois é repleto de significados filosóficos, espirituais e sentimentais.

Astronauta Magnetar é uma obra que me encheu, encheu meus olhos, meu coração e trouxe certa inspiração, a questão de trocar a segurança pelo escuro e se jogar no escuro de fato é extremamente necessária, pois muitas das vezes é justamente aquela que consideramos uma situação segura que pode estar nos matando em carne, osso, espírito e coração.

Quantos cafés “Astronauta Magnetar” merece?

2 comentários sobre “MAIO SCI-FI: ASTRONAUTA – MAGNETAR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.