NETFLIX: AGGRETSUKO

“Aggretsuko” é um anime original da Netflix, cuja primeira temporada estreou esse ano na rede de streaming, o anime composto de dez episódios curtos é baseado em um personagem criado para a empresa de mascotes Sanrio e tem em seu elenco de dubladores Kaolip, Komegumi Koiwasaki e Maki Tsuruta.

Retsko é uma panda vermelho antropomórfico, de 25 anos e solteira, que trabalha em um departamento de contabilidade de uma empresa há cinco anos. Quando entrou pela primeira vez em seu novo emprego, ela acreditava que aquele seria seu primeiro passo para mudar de vida, porém anos depois, se vê enfrentando frustrações constantes e humilhações de seus superiores e colegas de trabalho irritantes.

Tentando encontrar uma motivação para seguir, apesar do estresse diário, Retsko passa a frequentar um karaokê todas as noites onde se tranca em uma cabine para expurgar seus demônios cantando Death Metal.

É justamente no contraste entre a panda certinha que sempre faz tudo que o chefe pede, por mais humilhante ou injusto que seja o trabalho, e a panda que solta gritos guturais e furiosos que reside o charme desse anime!

Após trabalhar cinco anos nesse mesmo lugar, parece que algo finalmente desperta na mente de Retsko e ela passa a observar ao seu redor e encontra colegas que se tornam amigos de verdade, amizades improváveis de pessoas que ela colocava em um pedestal e oportunidades para mudar de vida e sair daquela situação, ou pelo menos, aparentemente.

A inocência de Retsko vai aos poucos se dissolvendo e ela passa a ver com mais clareza o motivo pelo qual é sobrecarregada de trabalho enquanto uma outra colega de trabalho desfruta de dias tranquilos no escritório, então, ela resolve tomar atitudes drásticas para mudar a sua situação, atitudes essas que quase nunca resultam em uma coisa positiva. Então, vemos nossa pandinha recorrendo ao ato de puxar o saco do chefe de forma descarada, explodindo e dando respostas à altura e até recorrendo ao Yoga para emagrecer, arrumar um marido rico e se tornar “apenas uma dona de casa”, afinal qualquer coisa que lhe tire daquela situação.

É bom deixar claro aqui que apesar de parecer bem sexista o fato dela querer encontrar um marido rico para tirá-la daquela situação, esse não é o objetivo da série nem de longe, inclusive a personagem é alertada que ser “apenas uma dona de casa” não é uma tarefa mais fácil do que trabalhar em um escritório, inclusive, toda a relação da personagem com seu chefe imediato, o Senhor Porcão, é rodeada por críticas ao machismo e sexismo no mercado de trabalho.

A questão é que Retsko é uma personagem inocente, que ao meu ver, só vai começar a evoluir com os erros que cometer e não precisa ser um gênio para saber que caso ela alcance esse seu objetivo desesperado, ela terá grandes lições provenientes dessa ação, o que com certeza renderia episódios bem interessantes a se julgar pela natureza independente da personagem.

“Aggretsuko” é um anime divertidíssimo, que retrata os sofrimentos das pessoas que atingiram a fase adulta e começam a sentir o fardo que é crescer, ter que trabalhar, aguentar um chefe mala, além de retratar também as dificuldades enfrentadas pelas mulheres no mercado de trabalho, as pressões sociais e culturais em cima da figura feminina e o ser cheio de raiva que todos nós temos por ter que engolir os sapos que engolimos em nossa rotina.

Quantos cafés “Aggretsuko” merece?

Um comentário sobre “NETFLIX: AGGRETSUKO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.