LIVRO: OS SETE MARIDOS DE EVELYN HUGO – TAYLOR JENKINS REID

“Os Sete Maridos de Evelyn Hugo” é a quarta obra publicada pela autora norte-americana Taylor Jenkins Reid e o meu primeiro contato com sua escrita. Além da carreira literária, Taylor também já trabalhou com produção cinematográfica em Los Angeles, uma experiência que certamente contribuiu para a criação deste romance. A obra chegou ao Brasil em Abril pela TAG – Experiências Literárias em parceria com a Editora Paralela para os assinantes do plano TAG Inéditos.

Na trama, sob a máscara de glamour que vestia para a vida pública, Evelyn Hugo conseguiu guardar uma série de segredos. Agora, às vésperas de completar 80 anos, a lendária estrela do cinema decide revelar a verdade sobre os sete casamentos e os escândalos que movimentaram sua carreira e as revistas de fofoca da época. A escolhida para contar sua história é Monique Grant, uma jornalista desconhecida que, ao longo da entrevista, percebe que não está ali por acaso. Monique Grant se espanta ao descobrir que Evelyn Hugo manifestou o desejo de conceder uma entrevista para a Vivant para falar sobre seus famosos vestidos que serão leiloados em breve, porém, o maior espanto foi de sua chefe ao descobrir que a única condição estabelecida pela estrela é ser entrevistada apenas por Monique, uma jornalista iniciante que é constantemente subestimada em seu trabalho.

Devido ao enorme silêncio de Evelyn durante anos, a glamourosa atriz nunca foi de conceder entrevistas e falar sobre sua vida pessoal apesar de sempre ter tido sua vida exposta pelos tabloides de fofoca, a gerência da Vivant não vê alternativas e acaba incumbindo Monique da matéria, deixando claro que ela precisa tentar arrancar de Evelyn o máximo de informações possíveis que possibilite um furo jornalistico. Munida de toda a pressão do trabalho, suas próprias inseguranças e com o emocional abalado devido ao seu casamento recentemente encerrado, Monique se prepara para conhecer Evelyn e levar para sua chefe o furo jornalístico, mas não esperava que em meio as revelações de Hugo, acabasse descobrindo muitas coisas sobre si mesma.

A vida dos famosos sempre exerceram certo fascínio em todos nós, o luxo e as possibilidades advindas do sucesso e de grandes quantias de dinheiro são receitas prontas para as revistas, programas de TV e portais que exploram a vida luxuosa dessas pessoas aparentemente intocáveis. Porém, sabemos muito bem que nem tudo é um mar de rosas e que nem todo o luxo e dinheiro do mundo conseguem comprar a paz, a saúde mental e emocional desses ícones da indústria de celebridades, a diferença é que todas essas questões são enfrentadas por eles debaixo de uma lente de aumento, flashes e a massacrante e injusta opinião do público e mídia.

Indubitavelmente, a conturbada vida e carreira de Evelyn Hugo é o grande assunto tratado aqui, a menina incomodada com sua realidade e que sempre sonhou ser alguém além do que as paredes de uma pequena residência em Hell’s Kitchen poderiam oferecer, se agarra à qualquer oportunidade para realizar seus sonhos e cumprir seus objetivos. A perseverança, ousadia, determinação e força de Evelyn fazem com que ela chegue à Hollywood, mas se engana quem pensa que chegar até ali tornaria as coisas mais fáceis.

Evelyn é uma mulher estrangeira se inserindo em um ambiente predominantemente masculino e extremamente machista, o que ainda não mudou tendo em mente os escândalos envolvendo assédios sexuais que estouram diariamente, imagine então como era o cenário na década de 50. Obrigada a trocar de nome, tingir os cabelos, ocultar seu sotaque e ser proibida de falar espanhol em público, a atriz anula diversas características de sua vida em prol do sonho. Ser uma mulher extremamente atraente lhe abriu portas em uma indústria que a tratava como objeto, sexualizando e objetificando seu corpo e como não havia saída, Evelyn decidiu usar esse fato para conseguir o que queria. Se fosse para ser anulada e objetificada, ela faria isso em seus próprios termos.

Não demora para que Evelyn descubra como manipular a mídia ao seu favor, como dobrar os homens para que eles cumpram seus desejos, como explorar possibilidades para conseguir papeis de destaque e alguns de seus casamentos são apenas isso, formas de conseguir alcançar seu objetivo maior ou artimanha para não permitir que a mídia destrua sua carreira.

É em Hollywood que Evelyn se descobre bissexual ao se ver apaixonada pela atriz Celia St. James, o único grande amor de sua vida, como revela à Monique. Como dito anteriormente, o meio e a sociedade daquela época era ainda mais inflexível com questões de sexualidade do que a sociedade atual, que também continua se preocupando mais do que com o que as pessoas fazem na cama do que com a realidade assustadora do país, assim Evelyn tenta fazer malabarismos para não manchar sua imagem pública e conseguir desfrutar de todo amor que Celia se mostra disposta a oferecer, o problema é que nem sempre Evelyn toma as melhores decisões e acaba comprometendo em diversos momentos aquilo que mais importa em função de sua carreira, até perceber que o tempo passa.

A obra é dividida em sete capítulos, onde cada um aborda um dos casamentos de Evelyn, esses capítulos são compostos pelos relatos que a atriz faz à Monique, suas conversas com a jornalista, algumas páginas de reportagens da época e também a vida pessoal de Monique. Como tudo é entregue comedidamente, é inevitável que as páginas praticamente virem-se sozinhas, eu me vi absolutamente obcecado pela vida de Evelyn Hugo, querendo descobrir todos os seus segredos, todas as suas manobras para conseguir ter uma vida feliz e todos os tropeços que cometia no caminho. Além de tudo isso, o mistério acerca da escolha de Monique desperta no leitor um sentimento de cautela, pois Evelyn sempre deixa claro para a jornalista que ela não deve se deslumbrar ou considerar a atriz uma boa pessoa, pois quando terminar de contar suas histórias e explicar o motivo pelo qual a escolheu, será inevitável que a jornalista a odeie.

Evelyn Hugo é uma personagem extremamente interessante, uma mulher determinada que não poupou esforços para alcançar seu objetivo, mesmo que para isso tenha tomado atitudes terríveis, tenha passado por cima de muita gente, se submetido à situações degradantes e em diversos momentos ter colocado a sua felicidade e a de outras pessoas em jogo preterindo a sua ambição. Ela é complexa, não é a bondade em pessoa, mas também não é a encarnação da maldade,  ela está ciente de todos os erros que cometeu, mas não há espaço para arrependimento, o que faz com que ela seja crível, eu aposto que você vai terminar a leitura e ir pesquisar se ela realmente existiu.

Celia St. James e Harry Cameron, melhor amigo e produtor de Evelyn, são personagens igualmente fantásticos, todo amor incondicional que ambos nutriram pela atriz, foram essenciais para que ela aprendesse as lições que tinha que aprender, para que ela se tornasse mais humana e não tivesse sua alma integrada à personalidade que ela criava para chegar até onde conseguiu chegar, eu poderia ficar horas falando sobre esse livro.

“Os Sete Maridos de Evelyn Hugo” é uma leitura extremamente gostosa de se fazer, com uma trama interessante, misteriosa, que desmistifica a vida das celebridades enquanto se permite discutir temas extremamente atuais como a agressão doméstica, o machismo, a objetificação e sexualização do corpo feminino, a homossexualidade, a bissexualidade (tema muito pouco explorado na literatura), o poder de manipulação da mídia e diversos outros temas. A autora conseguiu construir uma obra onde todos os personagens são bem desenvolvidos e complexos, nenhum deles possui uma função só na trama, como todos estão inseridos naquele universo de imagens, as máscaras sempre acabam caindo e revelando personalidades completamente diferentes daquelas que suas cascas envoltas em glamour exibiam. Assim que Editora Paralela anunciar o lançamento deste livro, corra e compre, pois você precisa conhecer Evelyn Hugo!

Gostou das minhas impressões sobre o livro? A obra será lançada em breve pela Editora Paralela e já está em pré-venda na Amazon com brinde para todos que comprarem antecipadamente. Assine a Tag Inéditos com o código de indicação do blog (LUCNPU3F) e garanta 30% de desconto no primeiro kit!

Quantos cafés “Os Sete Maridos de Evelyn Hugo” merece?

6 comentários sobre “LIVRO: OS SETE MARIDOS DE EVELYN HUGO – TAYLOR JENKINS REID

  1. RODRIGO LUCAS disse:

    Pela misericórdia hein. Preciso ler esse livro agora. E nem li o Flores para Algernon ainda. Assim não tenho condições de continuar acompanhando esse blog. #dramaqueen

    Que livro super interessante, eu adoro personagens bem desenvolvidos e que se mostram complexos, afinal ninguém é totalmente mau ou totalmente bom. Já vou anotar…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Lucas Moreira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.