CONTO: ESCRITO EM ALGUM LUGAR – VITOR MARTINS

“Escrito em algum lugar” é o mais novo lançamento do autor e ilustrador Vitor Martins, o conto foi publicado em formato digital no início da semana e está disponível na Amazon. Esta não é a única novidade para este ano, durante a FLIPOP foi divulgado o lançamento da coletânea “Todo mundo tem uma primeira vez” na qual o Vitor ao lado de Ale Santos, Bárbara Morais, Fernanda Nia, Jin Anotsu e Olívia Pilar, contarão histórias em narrativas curtas sobre diversas experiências de primeiras vezes. A coletânea será lançada no próximo mês pela editora Plataforma 21.

Antes e falar sobre a obra em si, preciso dizer que a capa de “Escrito em algum lugar” criada pelo ilustrador e quadrinista Bruno Freire ficou simplesmente sensacional, dando continuidade ao padrão de capas perfeitas dos livros do Victor, é uma pena que, por ser um conto lançado em formato digital, não teremos uma versão física pra colocar ao lado dos maravilhosos “Quinze Dias” e “Um Milhão de Finais Felizes”, mas, vida que segue.

🚨Atenção🚨 Após seis anos de pausa, Jay, Jeff e Jacob estão prontos para se reunir novamente nos palcos. A boyband Triple J que levou à loucura as adolescentes de todo o mundo com os hits “Love is Like a War”, “Marshmallow Heart” e o quente e controverso clipe de “There’s a Llama in my Pool Party”, acaba de anunciar que fará uma única apresentação no Brasil, na cidade de São Paulo. Desde o anúncio, fãs começaram a montar acampamento no Allianz Parque para garantir o ingresso para a apresentação da boyband na incrível “Triple J – The Ultimate Marshmallow Tour”.

Este é, sem dúvidas, o evento mais aguardado por Antônio, um jovem de 26 anos que não sente vergonha nenhuma de virar a madrugada na rua para conseguir comprar ingressos para o show de retorno da Triple J, sua boyband favorita. Ele até tenta arrastar seus dois melhores amigos para o evento, porém, estes consideram-se velhos demais para esse tipo de aventura.

Como o show é um evento super IMPORTANTE de várias formas para Antônio, não somente uma apresentação única de reunião de uma boyband que marcou sua “adolescência”, o rapaz decide encarar as quinze horas de fila sozinho, mesmo que para isso tenha que aturar o frio, uma calçada desconfortável, fãs barulhentos e espectadores curiosos tratando os fãs como animais de zoológico. Ir ao show da Triple J significaria apagar de vez a presença e a bagunça que o seu ex-namorado lixo causou, essa seria a oportunidade perfeita para encerrar uma fase e se permitir de vez ser um ADULTO DE VERDADE.

Quando o cenário parece o pior possível, o acaso coloca Gustavo, um rapaz da sua idade, com sobrancelhas grossas e um sorriso matador estrategicamente na sua frente da fila. Se você já acampou em algum show, ou simplesmente passou horas em uma fila esperando os portões se abrirem, sabe muito bem que pessoas costumam fazer amizades na fila e é isso que acontece aqui, Gustavo e Antônio começam a conversar sobre a boyband, sobre lanches estranhos de redes de fast-food e também sobre a vida, tornando o suplício da espera mais agradável, porém, o que fazer depois que a fila acaba e não há mais a espera como desculpa para manter o papo? Ah, trocar números de telefone e seguir conversando certo? Talvez kkkkk, se a situação de ter borboletas no estômago, um hálito de cereja refrescante e um moletom cheirosíssimo não atrapalhasse as suas ideias.

Eu fico extremamente feliz toda vez que o Vitor lança uma nova história, pois é sempre sinônimo de mais representatividade e visibilidade para pessoas que antes não conseguiam se ver inseridas na nossa literatura. Mais uma vez, o autor nos brinda com uma história cheia de representatividade, personagens apaixonantes (menos o Lucas e o Jeff), situações embaraçosas e romance com situações bregas (do jeito que eu gosto), sem nunca deixar de abordar temas extremamente necessários e atuais em suas obras.

Com uma sutileza e leveza ímpar, o autor consegue abordar assuntos pesados como relacionamentos abusivos, masculinidade tóxica, a cobrança social de amadurecimento conforme moldes que não são nossos e o bullying, sem nunca soar pedante ou didático demais, é tudo extremamente sutil e bem executado.

A mensagem principal do conto é “SIMPLES”, com aspas bem grandes, basicamente temos uma história sobre não se envergonhar dos nossos gostos pessoais e estarmos conscientes de que todas essas coisas fazem parte daquilo que nós somos. Mas o que há de simples em ser aquilo que somos frente à uma sociedade, círculo ou bolha social que consideram nossos gostos duvidosos,  hábitos infantis e interpretam escolhas e características como erros e abominações? Sinceramente, não tem nada de simples em se aceitar e ter orgulho de ser quem você é, mas tudo pode ficar mais fácil quando encontramos pessoas que estão dispostas a nos amar da forma que somos, com empatia, de forma incondicional e verdadeiramente simples.

“Escrito em algum lugar” é um conto divertido, curto e tocante, onde o autor explora incertezas quanto ao amadurecimento e a chegada da fase adulta, problemas que podemos adquirir quando nos colocamos em posição inferior ou  inferiorizamos nossos gostos, desejos e sonhos para satisfazer uma outra pessoa ou uma conveniência social qualquer. Nunca se molde conforme o molde dos outros, nunca se force para pertencer, há muitos caminhos, muitas pessoas e com toda a certeza um espaço onde você poderá ser você de forma plena. É assim que você vai amadurecer, se conhecendo primeiro e, para isso, é essencial que você não se pode com tesouras alheias.

Agora você também pode acompanhar o conteúdo do blog pelo Spotify ou pelo Anchor no Podcast oficial do blog.

Quantos cafés “Escrito em algum lugar” merece?

4 comentários sobre “CONTO: ESCRITO EM ALGUM LUGAR – VITOR MARTINS

  1. Gio - Atraídos Pela Leitura disse:

    Parabéns pelo belo trabalho de divulgação da Literatura nacional. Temos que valorizar os nossos autores. Eu tenho lido alguns nacionais também e divulgado dentro das minhas possibilidades. 🙂 ♥

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.