LISTA: MINHA WISHLIST LITERÁRIA DE NOVEMBRO

Chegamos em Novembro, mês do meu aniversário, melhor mês do ano e definitivamente um ótimo mês para eu lançar esse post de desejados na tentativa de ganhar presentes certo? CERTO!!! Brincadeiras a parte, ou não, relacionarei nesse post os meus livros desejados, sejam eles lançamentos do mês, ou livros que eu conheci apenas agora por indicação de amigos ou fuçando na internet e já vou começar por King, pois, realeza first.

“Elevation”, uma novela lançada em Outubro de 2018 pelo autor Stephen King, finalmente chega às mãos dos fãs brasileiros em Novembro. Esta é uma obra de escrita sutil que derrama sobre o leitor uma esperança que ainda tenho. É possível transformar o mundo, é possível fazer com que as pessoas vejam o mal que estão causando, é possível acreditar que cada um fazendo sua parte, as coisas podem vir a se aproximar cada vez mais do justo. É importante, mais do que nunca, que estejamos prontos para apoiar uns aos outros, compartilhar vivências, exercitar a empatia e perceber que esse é o verdadeiro caminho para evoluirmos como sociedade, indivíduo e como raça humana. A evolução e o sentimento de elevação só serão experimentados por nós quando aprendermos a nos esvaziar das nossas convicções e a nos preencher de sentimentos, sensações e ações que realmente vão nos aproximar do outro, não é possível elevar-se pregando exclusão. O livro chega por aqui pelas mãos da Suma, em formato digital e capa dura, tradução de Regiane Winarski e alteração de titulo para “Ascensão”.

Eu acompanho muito a página de atualizações literárias Sem Spoiler e eles simplesmente não param de panfletar o “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, panfletaram tanto que serei obrigado a ler esse livro. O que pode acontecer quando o filho da presidenta dos Estados Unidos se apaixona pelo príncipe da Inglaterra? Quando sua mãe foi eleita presidenta dos Estados Unidos, Alex Claremont-Diaz se tornou o novo queridinho da mídia norte-americana. Bonito, carismático e com personalidade forte, Alex tem tudo para seguir os passos de seus pais e conquistar uma carreira na política, como tanto deseja. Mas quando sua família é convidada para o casamento real do príncipe britânico Philip, Alex tem que encarar o seu primeiro desafio diplomático: lidar com Henry, irmão mais novo de Philip, o príncipe mais adorado do mundo, com quem ele é constantemente comparado ― e que ele não suporta. O encontro entre os dois sai pior do que o esperado, e no dia seguinte todos os jornais do mundo estampam fotos de Alex e Henry caídos em cima do bolo real, insinuando uma briga séria entre os dois. Para evitar um desastre diplomático, eles passam um fim de semana fingindo ser melhores amigos e não demora para que essa relação evolua para algo que nenhum dos dois poderia imaginar ― e que não tem nenhuma chance de dar certo. Ou tem? O livro está a venda na loja da Amazon.

Como falar sobre o próximo livro? Bem, vou ser sincero! Estou morto de curiosidade com essa obra por quatro motivos: 1 – Ela foi publicada pela editora todavia/ 2 – O título é incrível/ 3 – A capa é incrível/ 4 – Vi o Alex Sens falando que também quer ler. Estou falando de “Sobre os ossos dos mortos” de Olga Bagińska, uma aclamada mistura de thriller com humor que traz reflexões sobre a condição humana e a natureza. A autora foi vencedora do Prêmio Nobel de Literatura e a obra faturou o Man Booker International Prize de 2018.

Bom, como fazer uma lista de desejados do mês sem citar “Os Testamentos” da Margaret Atwood? Esse insert foi patrocinado por uma ameaça do Rodrigo e os livros. Quinze anos após os eventos de O conto da aia, o regime teocrático da República de Gilead aparentemente se mantém firme no poder, mesmo após as sucessivas tentativas de insurgência. Mas há sinais de que suas engrenagens começam a se deteriorar.Nesse momento crucial da história política do país, as vidas de três mulheres radicalmente diferentes convergem, e as consequências deste encontro poderão ser explosivas. Duas delas cresceram em lados opostos da fronteira: uma em Gilead, criada em meio a privilégios como filha de um importante Comandante, e outra no Canadá, onde frequenta a escola, trabalha na loja dos pais, participa de protestos anti-Gilead e assiste na TV às notícias sobre seus horrores. Os testamentos dessas duas jovens, que fazem parte da primeira geração a chegar à idade adulta nessa nova ordem mundial, são entrelaçados por uma terceira voz: o revelador manuscrito de uma das executoras do regime, uma mulher que exerce sua autoridade implacável por meio do acúmulo e da manipulação de segredos de Estado que podem ameaçar todas as estruturas do poder. Segredos dispersos e há muito enterrados, capazes de unir essas três mulheres, fazendo com que elas encarem quem realmente são e decidam até onde podem ir em busca do que acreditam. Eu já quero e vou garantir meu exemplar em e-book!

Você achou mesmo que eu ia fazer uma lista de desejados sem colocar livros nacionais? Você não me conhece? Toma uma obra de literatura fantástica bem na sua cara! “Porém Bruxa” é o lançamento da autora Carol Chiovatto. Na trama, Ísis Rossetti é uma bruxa. Seu trabalho é monitorar crimes envolvendo forças sobrenaturais na cidade de São Paulo. Apenas esses. As regras são claras: se não houver magia envolvida, ela não pode intervir. Mas em meio ao caos sufocante da cidade, a vida dos comuns está constantemente em perigo. Não há como não ajudar. Tudo se complica quando, em meio a duas investigações extraoficiais, Ísis recebe uma missão de uma divindade. Ela precisa então reviver questões pessoais que preferiria manter enterradas no passado, guardadas a sete chaves por seus amigos, enquanto tenta lidar com os vigilantes olhos do Corregedor.

Esse eu descobri assistindo um vídeo do Rodrigo e os Livros e fiquei morrendo de vontade de ler! Elsa tem sete anos e é diferente. Sua avó tem setenta e sete e é maluca – maluca do tipo ficar-na-varanda-atirando-com-uma-arma-de-paint-ball-em-homens-que-querem-falar-sobre-Jesus. Ela também é a melhor e única amiga de Elsa. Todas as noites, a menina se refugia nas histórias da vovó, na Terra-dos-Quase-Despertos e no reino de Miamas, onde todo mundo é diferente e ninguém precisa ser normal. Quando a vovó morre e deixa uma série de cartas pedindo desculpas a todas as pessoas com quem já errou, tem início a maior aventura da vida de Elsa. As cartas da vovó a conduzem por um prédio repleto de bêbados, monstros e cães bravos, mas também a levam a descobrir a verdade sobre contos de fadas, reinos e a melhor avó que já existiu. Minha avó pede desculpas é contado com a mesma precisão cômica e emoção características do autor best-seller de Um homem chamado Ove. É uma história sobre vida e morte, família e amizade, realidade e fantasia, e sobre um dos direitos humanos mais importantes: o de ser diferente. Essa é a trama de “Minha avó pede desculpas” do sueco Fredrik Backman.

No finalzinho de Outubro foi lançada a primeira antologia da Agência Magh, a “Histórias (mais ou menos) assustadoras”, com contos de Anna Martino, Delson Neto, Fernanda Castro, Johnatan Marques, Karen Alvares, Lady Sybylla, Roberto de Sousa Causo e Roberto Fideli. As criaturas das histórias de terror permaneceram quase iguais com o passar dos anos. Mas será que deveriam? Em “Histórias (mais ou menos) assustadoras”, oito autores, iniciantes e veteranos, dão uma nova interpretação a mitos e criaturas clássicas desse gênero. Em “Dez Bolas de Sorvete por um Real”, de Fernanda Castro, uma bibliotecária suspeita que está sendo perseguida por um misterioso serial killer e precisa descobrir como se defender dessa ameaça. Em “Inquérito Nº 2017505: Papa-figo”, de Johnatan Marques, um jovem detetive precisa desvendar o desaparecimento de uma criança e enfrentar seu maior medo no processo. Em “Fogo no Céu”, de Lady Sybylla, uma repórter é enviada para uma cidade do interior para investigar possíveis avistamentos alienígenas. Já em “A Casa Bem-Assombrada”, de Roberto Fideli, uma garota no espectro autista se muda para uma casa e descobre que ela é assombrada de um jeito peculiar. A escritora e editora Anna Martino imagina em “Um Dia a Eternidade Acaba” como seria a vida de um vampiro italiano que não pode se olhar no espelho, comer alho ou chegar perto de crucifixos. Karen Alvares propõe em “Flora” um olhar diferente para as histórias de invasões alienígenas. Em “1999”, de Delson Neto, um grupo de estudantes quer encontrar a misteriosa bruxa da floresta que sequestra crianças, mas, conforme dão prosseguimento à viagem, se deparam com algo totalmente diferente do que imaginavam. E, por fim, no conto “Escultura Negra em Noite Escura”, o veterano escritor Roberto de Sousa Causo narra a história de uma médica que encontra uma estranha escultura à beira da estrada, e descobre, no processo, um segredo terrível.

Espero que tenham gostado da minha seleção de Novembro, caso queira mandar algum de presente meu endereço é , grande abraço e até o próximo café!

Um comentário sobre “LISTA: MINHA WISHLIST LITERÁRIA DE NOVEMBRO

  1. RODRIGO LUCAS disse:

    Adorando ser citado duas vezes em um único post. Minha wishlist sempre tem uma metade patrocinada pelo café então não vou me repetir aqui. Fredrik Backman foi uma descoberta apaixonante, Britt-Marie é tão envolvente quanto Minha avó pede desculpas. Os testamentos esta´ empatado com Flores para Algernon como melhor livro de 2019. Por favor, editoras patrocinem nossas leituras, somos críticos, sinceros e queremos livros não biscoitos!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.