LIVRO: PEQUENOS INCÊNDIOS POR TODA PARTE – CELESTE NG

“Pequenos incêndios por toda parte” é o segundo romance da autora americana Celeste Ng, que ficou conhecida por ganhar diversos prêmios com seu romance de estreia “Tudo que eu nunca contei”, apesar de já ter diversas histórias curtas publicadas em jornais e revistas literárias. A adaptação de “Pequenos incêndios…” será lançada pela Hulu esse ano, sendo Reese Witherspoon e Kerry Washington responsáveis pela adaptação.

Neste drama familiar, acompanhamos a chegada de Mia e sua filha Pearl em Shaker Heights, um bairro planejado onde absolutamente tudo é perfeito e segue padrões e regras para manter o status de perfeição. Embora Mia tenha criado uma regra de nunca se apegar a nenhum lugar, apartamento, a nada ou ninguém, dessa vez ela promete para a filha que passará mais tempo em Shaker’s, podendo até deixar a vida itinerante para trás.

Mia é uma fotógrafa e artista plástica e costuma ficar em um local apenas pelo tempo suficiente para concluir uma ideia para um de seus trabalhos, que são vendidos em galerias de arte por uma intermediária. O dinheiro com as vendas das fotografias não é suficiente, Mia demora para executar seus projetos e eles nem sempre vendem, por isso, ela recorre à trabalhos temporários nas cidades onde vive temporariamente uma existência também temporária com sua filha.

Apesar de estar acostumada com as constantes mudanças, com o não pertencimento e total desapego, Pearl fica feliz com a promessa da mãe de tentar colocar os pés além da borda e se permitir ficar em um local por mais tempo. A grande oportunidade surge quando Elena Richardson, decide alugar um apartamento por um preço bem em conta.

Matriarca de uma família rica, Elena considera o seu ato uma espécie de caridade, onde possibilita que pessoas menos favorecidas vivenciem a experiência de viver em Shaker’s, por isso, ela seleciona seus inquilinos de forma criteriosa, embora já tenha se arrependido de suas escolhas algumas vezes.

É no contraste de estilo de vida e condição social que a trama é desenvolvida, esmiuçando os segredos por trás das portas das residências luxuosas e cercadas de perfeição de Shaker Heights. Na medida que Pearl vai se permitindo criar raízes pela primeira vez, vamos descobrindo os motivos pelos quais Mia sempre evitou apegos.

A autora tem uma facilidade enorme de navegar pelos pontos de vista e entre o passado e o presente dos personagens, sem nunca deixar o leitor perdido no caminho. Celeste escreve muito bem e constrói seus personagens sem pressa, aprofundá-os e transforma cada um deles em frente aos olhos do leitor e consegue transitar bem entre os núcleos jovem e adulto sem nunca perder verossimilhança.

Porém, apesar de bem escrito, ter personagens interessantes e uma trama que geralmente me agrada, eu amo dramas familiares e  essa dinâmica de segredos sendo revelados e mudando a dinâmicas das relações, o livro não funcionou muito pra mim.  Durante toda a leitura eu estava sentindo falta de alguma coisa, um tempero, sustância, alma talvez?

A leitura não me impactou, apesar de abordar temas bem fortes como aborto, abandono de crianças, direitos parentais, um tema incomum que não posso revelar por tratar-se de um spoiler e claro, as discrepâncias sociais, sinceramente eu finalizei a leitura sem entender muito bem o motivo pelo qual esse livro gerou tanto barulho no meio literário, será que eu li errado?

“Pequenos incêndios por toda parte” é um livro bem escrito, com personagens interessantes, bem construídos e consegue abordar temas bem fortes de forma responsável, porém não conseguiu aquecer meu coração de leitor. Com certeza, darei uma nova chance aos livros da Celeste e espero que a próxima história me conquiste mais, caso você goste do gênero, vale a pena ler e descobrir se ele funciona ou não para você (https://amzn.to/2w1D1yc).

Quantos cafés “Pequenos incêndios por toda parte” merece?

5 comentários sobre “LIVRO: PEQUENOS INCÊNDIOS POR TODA PARTE – CELESTE NG

  1. Ozzy disse:

    Eu li esse livro ano passado e me apaixonei muito pela história, mas consigo entender o por que que você pode não ter gostado. Devo confessar que essa temática e a escrita da autora por muitos momentos me lembraram o ‘Morte Súbita’ da J. K. Rowling.
    Estou agora com muita vontade de ler ‘ Tudo o Que Nunca Contei’.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.