QUINZENA INDEPENDENTE – EDIÇÃO 4

Essa é a quarta edição do #QuinzenaIndependente, um projeto que criei com o objetivo de apresentar e conhecer obras, autores e artistas que não chegam ao grande público por não terem espaço, oportunidade ou visibilidade. Quero que esse projeto seja um canal onde você possa descobrir novos talentos e incentivar o trabalho de pessoas incríveis que batalham muito para ver suas obras sendo publicadas e lidas, por isso, não deixe de conferir os posts anteriores.

Eu fico de cara que, quanto mais eu mergulho em trabalhos independentes, mais encontro histórias fantásticas que deveriam ser mais comentadas e compartilhadas pelos leitores, está sendo muito gostoso buscar, ler e indicar quadrinhos, contos, novelas e projetos em financiamento coletivo por aqui, espero que esteja sendo um projeto prazeroso para você também!

Como de costume, trouxe para essa edição um conteúdo bem diverso, um quadrinho sobre um jovem músico em busca de seus sonhos, um conto sobre um motorista de aplicativo que enfrenta uma noite muito atípica de trabalho, um conto sobre uma jovem que descobre o amor a quilômetros de distância e, para finalizar, um financiamento coletivo de uma revista pulp, bora tomar um café?

Em busca de um sonho

“Busker” é uma história em quadrinhos de Ryan Smallman, lançada em 2018 durante a CCXP Experience. Descrito como uma história de amor entre um artista e sua arte, o quadrinho aborda a história de um jovem em busca de seu sonho na impessoal e gigante São Paulo.

Na trama, Clay é um jovem que persegue seu sonho de ser músico na caótica cidade de São Paulo, uma cidade onde nem sempre um artista de rua e sua sensibilidade têm vez. O quadrinho foi inspirado em um evento vivenciado pelo Ryan nas ruas de São Paulo, onde Willian Lee tocava sua guitarra e, embora muitas pessoas apenas passassem por ele, Ryan e algumas outras pararam para admirar o talento do artista.

Clay vive essa mesma realidade, ele toca seu violão nas ruas de São Paulo para conseguir dinheiro e viver do amor que sente pela música. Passando por diversas dificuldades, o artista descobre que viver de arte não é uma das coisas mais fáceis e simples do mundo e que ter um amigo quando as circunstâncias são difíceis e nos fazem desacreditar dos nossos próprios sonhos, é essencial.

O traço do Ryan é tão lindo quanto a história que ele conta e canta em Busker, sim, pois além de excelente ilustrador e quadrinista, o artista nutre amor pela música e é possível conferir a canção de Clay enquanto se viaja no traço do artista e no percurso do personagem em busca de seu sonho. Eu particularmente não conheço muito bem a história de vida do Ryan, mas creio que têm muito do artista no personagem, o quadrinho consegue transmitir toda a verdade, carinho, luta e amor de um artista por sua arte, sem dúvidas. Acesse o Instagram do Ryan e fique ligado em suas ilustrações e próximas novidades.

Motorista de aplicativo 

“Click” é um conto de Davi Oliveira, lançado de forma independente em formato digital e disponível na Amazon para ser lido no Kindle ou no aplicativo da Amazon para celulares. Na trama, o que era para ser uma noite comum na vida de Fabiano, torna-se uma experiência aterrorizante que lhe fará correr contra o tempo para salvar as pessoas que mais ama.

Fabiano é um homem como centenas, após perder seu emprego e ter dificuldades para encontrar outro e manter as contas pagas nesse ínterim, decide instalar um aplicativo e trabalhar como motorista particular. Optando sempre pelo horário noturno, por questões de trânsito e concorrência, o pai de família começa a enfrentar dificuldades familiares quando sua esposa e filha se queixam de sua constante ausência.

Pressionado entre as contas que não deixam de chegar e as constantes cobranças da esposa e da filha, Fabiano segue fazendo aquilo que julga ser o melhor para todos. Certa noite, enquanto aguardava a chamada de mais um cliente e, não vendo a hora de finalizar mais uma noite de trabalho para voltar para casa e rever sua família, ele é despertado com a notificação de um novo passageiro, um homem que a cada segundo de viagem torna-se mais suspeito.

Porém, o receio de ser assaltado não chegaria nem perto do horror que Fabiano teria de enfrentar naquela noite. Desesperadamente, ele terá que correr contra o tempo para se livrar e livrar sua família de um mau que parece engolir a cidade em uma fome furiosa e constante.

Ação, ação e mais ação, se você gosta de histórias emocionantes, cheias de corre corre, que te deixam tenso para descobrir o destino dos personagens, esse conto é para você. A escrita do Davi é simples, imersiva, tensa e sangrenta, eu li esse conto no caminho para o trabalho e torci para conseguir finalizar antes de completar meu percurso, pois seria absolutamente insuportável ter que pausar a leitura. Deixo aqui o Instagram do autor para que você conheça mais seu trabalho e se mantenha atualizado(a) sobre os seus próximos lançamentos, deixo também o vídeo que meu amigo Rodrigo, do canal Rodrigo e os Livros fez sobre o conto e, mais uma vez, agradeço a indicação.

Um Milkshake com a menina que eu gosto

“Mesmo que eu vá embora” é um conto de Lethycia Dias, lançado de forma independente em formato digital e disponível na Amazon para ser lido no Kindle ou no aplicativo da Kindle para celulares. Na trama, Camila e Helena são amigas virtuais há muito tempo, até que uma oportunidade de se conhecer pessoalmente aparece e é agarrada.

Separadas por mil quilômetros de distância, vivendo em Estados diferentes do Brasil, Camila e Helena interagem por intermédio do blog de Camila sobre filmes. Um evento acadêmico é a chance que Camila tanto queria de se aproximar e finalmente conhecer a amiga virtual pessoalmente.

Mesmo tendo consciência de que a amizade que construíram ao longo dos anos é mais forte do que uma simples amizade, Camila caminha com receio e tenta demonstrar à passos curtos suas intenções e o verdadeiro sentimento que guarda para Helena, o problema é que elas possuem pouco tempo, o evento não vai durar para sempre e em breve, Camila terá que retornar para a sua cidade e se contentar mais uma vez com um relacionamento à distância.

A escrita do conto é bem simples, direta, sincera e bonita, eu peguei o conto para ler em uma tarde deitado na grama e foi uma das melhores decisões que eu poderia tomar, pois a leitura tornou a tarde ainda mais agradável por vários motivos.

O conto da Lethycia é dotado de representatividade, verdade e clichês dos quais não estamos acostumados a ler tendo personagens lésbicas como protagonistas, histórias envolvendo casais LGBTQ+ costumam ser dotados do combo Drama&Tragédia e é uma delícia ler histórias clichês sendo protagonizadas por personagens plurais e com desfechos que não tentem ao famoso combo das histórias protagonizadas por relações homo afetivas. Se você está procurando uma história leve para uma tarde na rede, tomando uma limonada e pensando na menina que você gosta, essa é uma boa pedida! Conheça mais sobre o trabalho da autora em sua página do Instagram.

Revista pulp de horror

A Revista Diário Macabro é uma antologia de contos que reúne o melhor do horror escrito por autores independentes de todo o Brasil. Apesar de ser chamada de revista – o que é, na verdade, uma homenagem às revistas pulp do século passado -, ela é um livro, que costuma ter em média 140 páginas contendo contos, ilustrações e entrevistas com mestres do gênero.

A revista existe desde 2017 e inclusive já resenhei a quinta edição por aqui. Nessa nova edição, a revista trará dezoito contos escritos por autores independentes nacionais, sendo eles Douglas Bock, Sylvana Camello, M. da Fonte, Julia do Passo Ramalho, Alex Campelo, Fidel Correia Borges, Cauê Madeira, Simone Paulino, Charlitto Ogami, Gabriel Mayer, Keila Fernandes, Matheus Morais Dias, Walter Fiuza, Mayron Damasceno, Felipe Ramos, RM Paiva, Lelienne Ferreira e Pedro H. S. Andrade. Conheça mais sobre o projeto acessando a campanha de financiamento coletivo no Catarse.

Essa foi a quarta edição do #QuinzenaIndependente, espero que você tenha gostado das minhas indicações e que descubra histórias incríveis sendo escritas no nosso país! Caso você seja um autor ou artista independente e queira ver seu trabalho resenhado aqui, ou tenha alguma dica de livros, quadrinhos e projetos em financiamento coletivo, envie um e-mail para umcafecomluke@gmail.com com o assunto Quinzena Independente apresentando seu projeto ou dando sua dica. Grande abraço e até o próximo café!

Um comentário sobre “QUINZENA INDEPENDENTE – EDIÇÃO 4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.