MÊS DO HORROR: A CASA QUE SOBRA – LIA CAVALIERA

“A Casa que Sobra” é um conto escrito pela autora paraense Lia Cavaliera, publicado na antologia “00:00” no CyberTV e disponível em formato digital, assim como seus contos anteriormente publicados “O Coração que Deseja”, “O Circo que Ri – O Mágico” e o conto de natal “O Presente”.

Numa vila à beira do rio devastada por uma enchente, apenas três casas restaram: uma estava abandonada; na outra, todos morreram; e, na terceira, toda a família se salvou. Desde então, a casa que sobrou é tida pelos moradores da vila como mal assombrada, assim como a família que ali reside, afinal somente uma força superior poderia ter mantido apenas aquela casa e aquelas pessoas intactas à enchente que destruiu tudo e, com toda a certeza, uma força superior maligna.

O conto é escrito em formato de relato e, nesse relato, acompanhamos a reação de uma família à perda da matriarca que morre deixando instruções extremamente claras e precisas para sua família “Nunca, de maneira alguma, saiam do quarto após a meia noite.” Pelo ponto de vista do garoto mais jovem da família vemos todos os familiares se mobilizando para seguir as diversas instruções deixada pela avó, eles tiram quadros das paredes, substituem portas e prometem uns aos outros permanecerem dentro de seus respectivos quartos após a meia noite.

Com o passar dos anos, cresce na mente do nosso narrador uma semente de dúvida quanto a situação que aquela família vive. Seriam aquelas instruções realmente tão importantes e necessárias de se seguir à risca ou a família teria incorporado a fama que a vila lhe concedeu? Essa dúvida começa a açoitar a mente dele, até que ele se convence de que aquela situação é uma besteira e decide provar sua teoria para seus familiares saindo de seu quarto após a meia noite.

Eu amo narrativas de terror em formato de relato e a Lia faz um excelente trabalho aqui, eu me vi junto com o personagem preso em uma rotina compulsória estabelecida pelo medo, mas também consegui sentir suas dúvidas. Eu jamais me arriscaria da forma que o personagem decidiu se arriscar, já li livros de terror suficientes para saber que não é uma boa ideia contrariar instruções de uma pessoa que acaba de falecer, ou sair do quarto após a meia noite para tomar um copo d’água existe garrafa justamente para evitar que você trombe com fantasmas de madrugada, elas foram criadas para isso.

“A Casa que Sobra” é um conto bem curtinho, de leitura rápida e enervante, daquele tipo de história que desde a primeira frase você lê sabendo que vai dar merda e bem…dá merda mesmo, mas é aquilo né, se você decide contrariar as instruções de uma matriarca morta, lide com as consequências da sua desobediência parça!

Gostou da minha resenha e quer ler “A Casa que Sobra”? Adquira o conto em formato digital na Amazon pelo link do blog e colabore com o trabalho desse criador de conteúdo viciado em cafeína.

Quantos cafés “A Casa que Sobra” merece?

2 comentários sobre “MÊS DO HORROR: A CASA QUE SOBRA – LIA CAVALIERA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.